David Vig/Unsplash
Foto
David Vig/Unsplash

Ir aos correios enviar uma árvore para uma floresta portuguesa

Na sexta edição da campanha dos CTT e da Quercus, um kit de 3,5 euros com um medronheiro equivale a uma árvore plantada numa zona protegida. Desde o início do projecto, já foram plantadas mais de 80 mil árvores autóctones.

Este é o ano dos medronheiros. Pelo menos na campanha da Quercus e dos CTT que te permite plantares uma árvore autóctone sem pores as mãos na terra (ainda que as acções de reflorestação precisem de voluntários).

Na sexta edição do projecto “Uma árvore pela floresta”, vão estar à venda online e nos postos de correios kits de 3,5 euros com um medronheiro. Cada um deles corresponde à plantação de uma árvore ou arbusto nativo na próxima Primavera, numa área protegida e nas matas nacionais de Portugal, nas zonas mais afectadas pelos incêndios.

A iniciativa funciona quase como um apadrinhamento e por isso é possível ainda dar um nome à árvore, através de um registo online.

Para marcar o Dia da Árvore, em Março último, esta campanha permitiu que se plantassem no Pinhal de Leiria mais 7650 árvores. No total, as acções de reflorestação ligadas a esta iniciativa já plantaram mais de 80 mil árvores em Portugal.