Ex-chefe dos espiões explica a conspiração que não derrubou Maduro

Manuel Ricardo Cristopher Figuera era chefe dos serviços secretos venezuelanos. Desertou para o lado de Juan Guaidó e com ele tentou derrubar o regime. Conta como se juntou à conspiração, como esta fracassou e o que viu quando estava no círculo do poder: “Percebi rapidamente que Maduro é o chefe de uma organização criminosa”.

Foto
Manuel Ricardo Cristopher Figuera Josh Ritchie/The Washington Post

Num palácio que se diz recheado de conspiradores, vira-casacas e ladrões, o Presidente venezuelano Nicolás Maduro sabia que podia contar com a lealdade de um homem: o general Manuel Ricardo Cristopher Figuera.