Compras de casas a pronto e em dinheiro vivo estão a aumentar

Aquisições de casas em numerário aumentaram de 17,1 milhões para 22,6 milhões nos primeiros cinco meses de 2019. Nesta quarta-feira entram em vigor as novas regras que obrigam empresas de mediação a sinalizar casos suspeitos de branqueamento de capital.

Imobiliária
Foto
Nelson Garrido

As empresas que participam em actividades imobiliárias (mediação, promoção, compra e venda de imóveis) passam, a partir desta quarta-feira, a ficar directamente responsabilizadas pelo reporte de informações exaustivas acerca dos intervenientes em todas as transacções que superem os 2500 euros mensais nos contratos de arrendamento e os 15 mil euros no caso de compra de imóveis. E devem sinalizar todos os casos de suspeição de branqueamento de capitais e financiamento de terrorismo.