Grace Jones, uma diva jamaicana, no Nos Alive

Cantora estará em palco no dia 12 para apresentar alguns dos seus temas mais conhecidos — que garante nunca se cansar de interpretar. “São os meus queridos filhos, gosto de brincar com eles.”

Ingressos Grace Jones
Foto
Grace Jones estreia-se em Portugal DR

A apenas três semanas do início de mais uma edição do Nos Alive, o festival anunciou que a cantora jamaicana Grace Jones vai actuar no dia 12 de Julho no Passeio Marítimo de Algés.

Grace Jones vai actuar no Palco Sagres, segundo informa a promotora Everything is New em comunicado. Partilhará o alinhamento daquele espaço com Johnny Marr ou Cut Copy. No palco principal, essa será a noite dos Vampire Weekend, Gossip e Primal Scream.

Mulher sem idade e com uma imagem que desde os anos 1970 se definiu pela força e irreverência, Grace Jones é autora de temas como Slave to the rhythm ou I need a man ou intérprete de versões emblemáticas de clássicos como La vie en rose. Conta com dez álbuns de estúdio e raras digressões em nome próprio, tendo dividido o seu perfil de cantora com o de actriz – 007 - Alvo em Movimento (1985) é um dos seus filmes mais conhecidos.

Parte da cena do Studio 54 nova-iorquino, da tribo de Andy Warhol e depois do new wave dos anos 1980, Grace Jones é alvo de fascínio na cultura popular e foi centro do documentário Grace Jones: Bloodlight and Bami, de Sophie Fiennes, que se estreou em 2017 no Festival de Toronto e que integrou o cartaz do DocLisboa e do PortoPostDoc.

Na altura, o PÚBLICO perguntava-lhe se se cansava de cantar os seus temas mais famosos? “Meu Deus, não! São os meus queridos filhos, gosto de brincar com eles. Tenho ainda tanta diversidade e variedade quando os interpreto de tantas maneiras diferentes. Às vezes limito-me a fazer rap. Às vezes abordo de forma operática, porque tenho estudos de canto, por isso posso experimentar mais nelas. Ninguém alguma vez pensou que elas se tornariam intemporais.”

O Nos Alive decorre de 11 a 13 de Julho em Oeiras e receberá os The Cure, Sharon Van Etten, Smashing Pumpkins, Ornatos Violeta, Bon Iver, Chemical Brothers ou Thom Yorke.

Notícia corrigida às 11h54. Esta não será a estreia de Grace Jones em palcos portugueses.