Militar cipriota condenado a sete penas perpétuas por morte de mulheres

Assassínio de cinco mulheres e duas crianças chocou o Chipre, gerou acusações de xenofobia e transformou-se numa crise política.

,Assassinato
Foto
Imagem da descoberta de um dos corpos das vítimas Reuters/Yiannis Kourtoglou

Um militar cipriota foi esta segunda-feira declarado culpado do assassínio de cinco mulheres imigrantes e duas das suas filhas e condenado a sete penas de prisão perpétua, concluindo um caso que agitou o Chipre e levou a demissões políticas.

“O acusado levou a cabo um plano para matar mulheres indefesas”, refere o texto da sentença, citado pela agência de notícias francesa AFP.

Nicos Metaxas, de 35 anos, admitiu a sua culpa no início do julgamento, reconhecendo ter matado quatro filipinas, entre as quais uma menina de seis anos, uma cidadã romena e a sua filha de oito anos, e ainda uma mulher nepalesa entre Setembro de 2016 e o Verão de 2018.

As vítimas adultas tinham sido contactadas através de sites de encontros online.

Três das vítimas foram encontradas em malas, num lago de águas tóxicas de uma mina abandonada em Mitsero, perto da capital Nicósia, e uma outra foi encontrada morta num poço na mesma zona.

O caso, sem precedentes no Chipre, tornou-se um escândalo político, com partidos e associações de imigrantes a acusarem as autoridades de serem demasiado lentas ou mesmo de não terem investigado o desaparecimento das mulheres pelo facto de serem estrangeiras.

O escândalo levou à demissão do ministro da Justiça e ainda do chefe da polícia nacional, afastado pelo Presidente Nicos Anastasiades devido a erros cometidos nas investigações.

No Chipre, cada pena de prisão perpétua equivale a 25 anos. Neste caso, cinco das sentenças são consecutivas, o que torna improvável a liberação de Metaxas.

A detenção do suspeito ocorreu a 18 de Abril, quatro dias depois de um turista alemão ter descoberto acidentalmente o primeiro cadáver de uma das vítimas.

Os corpos das outras seis vítimas, incluindo os das duas crianças, foram encontrados na sequência de uma vasta investigação, particularmente nas águas tóxicas de um total de dois lagos numa região mineira.