Viana do Castelo

O Coutinho continua ocupado por quem lá mora, mas sem garantias de água e luz

O despejo dos moradores estava agendado para as 9h00 desta segunda-feira mas 12 das 105 fracções do edifício de 13 andares continuam na posse dos proprietários. A sociedade VianaPolis promete usar “todos os meios legais para desocupar” o prédio. Água e luz podem ser cortadas, dizem moradores.