Lewis Hamilton conquista em França 86.ª pole

Piloto britânico estabeleceu novo recorde em Paul Ricard. Vettel partirá do sétimo posto.

Fotogaleria
LUSA/VALDRIN XHEMAJ
,Carro de Fórmula Um
Fotogaleria
Reuters/VINCENT KESSLER
Sebastian Vettel
Fotogaleria
LUSA/VALDRIN XHEMAJ
Fotogaleria
LUSA/YOAN VALAT

O pentacampeão Lewis Hamilton (Mercedes) garantiu este sábado a terceira pole position da época, 86.ª da carreira, na qualificação para o Grande Prémio de França, oitava prova do calendário do Campeonato do Mundo de Fórmula 1.

O piloto britânico, líder do Mundial de pilotos, estabeleceu um novo recorde (1m28,319s) do circuito Paul Ricard -Le Castellet precisamente na última tentativa de garantir o melhor tempo da sessão, superando o Mercedes de Valtteri Bottas (1m28,605s) e o Ferrari de Charles Leclerc (1m28,965s). O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) não foi além do sétimo tempo.

“Estou feliz por ter conseguido extrair todo o potencial do carro. A equipa fez um excelente trabalho”, disse Hamilton, que este domingo tentará repetir a vitória de há um ano para reforçar a liderança do Mundial, que domina com 29 pontos de vantagem sobre Valtteri Bottas, após cinco vitórias nos sete Grande Prémios já disputados.

Batido por 0,286s, Bottas justificou-se com uma “mudança de direcção do vento” para explicar a diferença para Lewis, embora tenha admitido que o inglês foi melhor. Até porque Hamilton referiu exactamente o mesmo: “Vinha a ganhar meio segundo, mas perdi tudo nas últimas curvas por causa do vento”.

Já Sebastian Vettel, que em 2018 foi terceiro, debateu-se com um problema na caixa de velocidades do Ferrari, pelo que ficou limitado logo à partida, sofrendo, na última tentativa, com o vento, que o deixou a 1,480s de Lewis.

“Não consigo explicar o que sucedeu, mas não havia forma de concluir aquela volta”, lamentou-se Vettel, que partirá atrás dos McLaren de Lando Norris e Carlos Sainz. “Houve fases em que tive boas sensações e outras em que não conseguia o melhor do carro”, concluiu o alemão.