CDS e CDU foram os primeiros a anunciar candidatos

Assunção Cristas foi a primeira a avançar com os 20 nomes dos primeiros candidatos ainda antes das europeias.

Assembleia da República Portuguesa
Foto
Algunas candidatos a deputados já foram anunciados Nuno Ferreira Santos

Há dois partidos que já vão mais adiantados na escolha e, sobretudo na apresentação dos seus candidatos a deputados: o CDS e a CDU. O CDS elegeu 18 deputados em 2015 e a CDU menos um.

Independentes no CDS

Ainda antes das eleições europeias, Assunção Cristas lançou a missão São Bento – a sua estratégia para as legislativas – e deu a conhecer os nomes dos primeiros candidatos do CDS às legislativas de 6 de Outubro. Entre os 20 nomes aprovados pelo conselho nacional do partido havia 14 novos cabeças de lista. Outra novidade anunciada foi a entrada de três ex-jornalistas para lugares elegíveis: Raquel Abecasis, ex-jornalista da Renascença e promotora das conferências Ouvir Portugal, vai encabeçar a lista por Leiria (Cristas era eleita por este distrito desde 2009, trocando-o agora por Lisboa); Rui Lopes da Silva, também ex-jornalista da RTP e seu assessor da líder no Governo PSD/CDS, vai liderar a lista de Coimbra; e Sebastião Bugalho, ex-jornalista do i, que vai em sexto lugar (elegível) por Lisboa. 

Em Lisboa, Assunção Cristas ocupará a primeira posição na lista. Seguem-se Ana Rita Bessa, João Gonçalves Pereira, Pedro Morais Soares e Isabel Galriça Neto. 

No Porto, Cecília Meireles lidera a lista, seguida por Francisco Rodrigues dos Santos (da Juventude Popular). O líder da distrital, Fernando Barbosa, ocupa a terceira posição, e no lugar seguinte foi colocada a líder da concelhia, Isabel Menéres.

O CDS também já deu a conhecer os cabeças das listas de Faro (o distrito por onde Teresa Careiro, que não se recandidata, foi eleita em 2015), de Viana do Castelo e de Braga: João Rebelo; Filipe Anacoreta Correia; e Telmo Correia, respectivamente. João Almeida mantém-se como número um em Aveiro, Patrícia Fonseca vai ser de novo a candidata por Santarém, assim como Hélder Amaral, que será o primeiro por Viseu. O líder parlamentar, Nuno Magalhães, mantém-se como cabeça de lista por Setúbal. 

Outras escolhas a registar são: Patrick Alves em Vila Real; Nuno Moreira em Bragança; Assunção Vaz Pato em Castelo Branco; José Manuel Rato Nunes em Portalegre; Inês Palma Teixeira em Beja; Paulo Pessoa de Carvalho em Évora; Melissa da Silva para o círculo da Europa e Gonçalo Nuno Santos para Fora da Europa.

Os primeiros cabeças de lista

Os comunistas também já vão lançados na missão de dar a conhecer os seus candidatos a deputados. Os primeiros cinco a serem anunciados foram Rita Rato (que sai da lista por Lisboa e passa a número um do círculo eleitoral da Europa); Jerónimo de Sousa, que se mantém no primeiro lugar da lista de Lisboa; Francisco Lopes em Setúbal; Carla Cruz em Braga; e Miguel Viegas em Aveiro.

Entretanto, soube-se também que o deputado Jorge Machado, que foi cabeça de lista da CDU pelo Porto em 2015, vai mudar de distrito, concorrendo como número um em Viana do Castelo, círculo de difícil eleição para a CDU. No Porto, a grande aposta será Diana Ferreira, que sobe de segundo lugar da lista em 2015 para primeiro em 2019. João Oliveira, o actual líder parlamentar do PCP, volta a encabeçar a lista da CDU em Évora. João Dias concorre por Beja, Manuel Pires da Rocha por Coimbra, Ana Leitão por Castelo Branco e Herlanda Amado pela Madeira.

A coligação também já anunciou como cabeças de lista: Fátima Bento (Bragança); André Santos (Guarda); Manuel Cunha (Vila Real); Manuela Cunha (Portalegre). Pelos ecologistas, Heloísa Apolónia concorre em Setúbal e José Luís Ferreira em Lisboa.

Livre em primárias

Apesar de o Livre estar em plena campanha de eleições primárias para escolher a maior parte dos candidatos a deputados até ao final de Junho, já se conhecem os escolhidos para avançarem em três distritos: Joacine Katar Moreira e Carlos Teixeira (Lisboa); Jorge Pinto e Filipa Pinto (Porto) e Ana Raposo Marques e Miguel Dias (Setúbal).

* Notícia actualizada às 11h de dia 21 de Junho com informação sobre o Livre.