Imobiliário

Dez cidades europeias pedem ajuda à UE para impedir “crescimento explosivo” do Airbnb

Numa carta conjunta, as cidades de Amesterdão, Barcelona, Berlim, Bordéus, Bruxelas, Cracóvia, Munique, Paris, Valência e Viena afirmam que o “crescimento explosivo” de plataformas globais de estadias de curta duração está a pôr os habitantes locais para fora das suas casas e a mudar a aparência dos bairros.