Draghi vai voltar a baixar taxas, Trump quer o mesmo nos EUA

O presidente dos EUA é um dos espectadores atentos da reunião de banqueiros centrais e economistas que decorre esta semana em Sintra. Ouviu Draghi a prometer mais estímulos e queixou-se de que era injusto.

Mario Draghi
Foto
Reuters/RALPH ORLOWSKI

Para dissipar as dúvidas que ainda pudessem existir, Mario Draghi decidiu esta terça-feira em Sintra, onde está a decorrer o encontro anual do BCE, deixar “claro como cristal” aquilo que o Banco Central Europeu se prepara para fazer: voltar a injectar liquidez na economia, provavelmente através de nova descida das taxas de juro, apenas seis meses depois de ter dado por terminado o seu programa de compra de dívida. Desta vez, ao contrário do que aconteceu na semana passada, os mercados, e também Donald Trump, ouviram a mensagem.