Ivo Vieira é o novo treinador do Vitória de Guimarães

Treinador estava livre depois de ter cumprido um ano de contrato com o Moreirense.

,SC Braga
Foto
Ivo Vieira já passou pelo Desp. das Aves, Académica, Estoril-Praia e Moreirense LUSA/HUGO DELGADO

O treinador Ivo Vieira vai orientar o Vitória de Guimarães, da I Liga portuguesa de futebol, após ter assinado um contrato válido para 2019-2020, anunciou esta sexta-feira o emblema vimaranense no site oficial.

“A Vitória SAD informa que chegou a acordo com o treinador Ivo Vieira para a celebração de um contrato para a temporada 2019/20”, lê-se na nota, que informa ainda que a apresentação do técnico vai decorrer na terça-feira, às 12h, no Estádio D. Afonso Henriques.

O técnico madeirense, de 43 anos, vai ocupar a vaga deixada em aberto pela saída de Luís Castro para os ucranianos do Shakhtar Donetsk, depois de, na época passada, ter conduzido o Moreirense à melhor classificação e pontuação de sempre — sexto lugar, com 52 pontos.

Opção de “estabilidade” garantida

O presidente do Vitória de Guimarães, Júlio Mendes, afirmou hoje que Ivo Vieira era o treinador que garantia mais “estabilidade” à equipa da I Liga portuguesa de futebol entre as opções que estavam em cima da mesa.

Júlio Mendes realçou que a escolha foi o resultado de um processo “demorado”, no qual foram estudados os perfis de vários técnicos. “A escolha de Ivo Vieira mereceu o voto favorável de todos os administradores da SAD, na reunião de hoje de manhã, o que me dá a garantia de que o treinador escolhido é a opção que assegura estabilidade no trabalho que tem de ser feito”, frisou o responsável, em declarações aos jornalistas, na Câmara Municipal de Guimarães.

Apesar de a sua direcção se ter demitido em bloco no dia 27 de Maio, o que levou à marcação de eleições para 20 de Julho, o presidente vitoriano realçou que a preparação da época 2019/20 está a ser “exactamente igual” às anteriores, com o “trabalho de casa” já feito de antemão.

“Tivemos outras épocas em que tivemos mudanças de treinador, tal como desta vez. Há aqui um ajuste que tem de se fazer com a entrada de um novo treinador. O trabalho será feito com absoluta tranquilidade, para que a equipa tenha a maior qualidade possível”, frisou.

Apesar de não ter entrado em pormenores sobre possíveis entradas e saídas do plantel, Júlio Mendes adiantou que o Vitória vai ter de vender jogadores para “ter contas sustentadas” e “recursos” para contar com um plantel à altura para a Liga Europa — o clube entra nessa prova a 25 de Julho, na primeira mão da segunda pré-eliminatória.

O presidente vitoriano esteve na Câmara de Guimarães, a propósito da recepção à equipa campeã nacional de pólo aquático. O clube alcançou um título inédito, após ter recebido e vencido, no sábado, o Povoense, por 10-6, no terceiro e decisivo jogo da final da I Divisão - no primeiro, venceu por 13-10 e, no segundo, perdeu por 14-12, após desempate por grandes penalidades.

Ivo Vieira assume o comando técnico do Vitória num momento pré-eleitoral: a direcção de Júlio Mendes, ainda em funções, demitiu-se a 27 de Maio e as eleições estão marcadas para 20 de Julho, com uma lista, encabeçada por Daniel Rodrigues, já confirmada.

Natural do Machico, Ivo Vieira iniciou a carreira de técnico no Nacional, clube no qual trabalhou como adjunto e, depois, como treinador principal, nas épocas 2010-11 e 2011-12 - os “alvinegros” estavam então na I Liga.

O treinador passou depois pelo Marítimo B, em 2012-13 e 2013-14, antes de subir à equipa principal “verde-rubra”, nas épocas 2014-15 e 2015-16.

O novo “timoneiro” vitoriano passou ainda pela II Liga - Desportivo das Aves (2016-17) e Académica (2017-18) -, antes de regressar ao primeiro escalão nessa última época para treinar o Estoril-Praia, tendo sido incapaz de evitar o 18.º e último lugar.