Robbie Williams, o dono de uma escola e o tutor de futuros artistas

Cantor tem uma participação de 20% de escola de Liverpool, onde dá aulas e faz tutoria.

,Cerimônia de abertura da Copa do Mundo da FIFA 2018
Foto
Reuters/Kai Pfaffenbach

O cantor Robbie Williams, um dos jurados do programa televisivo britânico “Factor X”, no ano passado, decidiu investir numa faculdade de música e artes cénicas de Liverpool e fazer tutoria para descobrir “mais pessoas do jazz”, como ele, disse numa entrevista.

O cantor de Angels e Let Me Entertain You terá uma participação de 20% na LMA de Liverpool, que oferece cursos graduados em música, artes cénicas e design de jogos. O ano passado, Williams, oriundo de Stoke-on-Trent, uma cidade a 90 quilómetros a sudeste de Liverpool, acompanhou um coral daquela escola no programa televisivo e confessou ter gostado “muito” da experiência.

“Eu olhei nos olhos de cada um dos alunos e eu fiquei ‘tipo’: ‘Eles são eu. Eles são como eu era e como eu sou [hoje]”, justificou numa entrevista a vários órgãos de comunicação.

“É justamente essa energia que eu mais queria e também não me importo de dizer que fiquei surpreso por ser realmente bom em mentoring. É algo que eu quero continuar. Adorei”, confessou.

Nos planos da escola está a proposta de abertura de um novo campus em Londres, no próximo ano.

Williams, membro da popular boysband dos anos 1990, Take That, ajudará a impulsionar a expansão da instituição quer na Grã-Bretanha quer no exterior. “Eu quero ser mentor. Eu quero estar lá. Eu quero descobrir como ensinar... Eu tenho um pouco de experiência nesta área”, insistiu o artista.

O cantor, cuja mulher Ayda Field também já foi jurada no “Factor X”, ao lado do criador da série Simon Cowell, está a trabalhar num álbum e não voltará ao programa este ano.