Opinião

O incêndio do Chalet da Condessa: ensinamentos para Notre Dame

Concordo com o Presidente Emmanuel Macron quando diz que a Catedral vai ficar ainda melhor. O conhecimento nesta área é hoje imenso e temos na Europa os melhores técnicos na conservação e restauro do património cultural, a nível mundial.

Faz agora 20 anos que ardeu em Sintra uma das jóias patrimoniais daquele território classificado pela UNESCO como Paisagem Cultural da Humanidade: o Chalet da Condessa d’Edla. Pequena construção de recreio situada no Parque da Pena, foi construída entre 1864-69 pelo Rei D. Fernando II e a sua segunda mulher, Elise Hensler, no meio de um pequeno éden com espécies botânicas vindas de todo o mundo. Após a queda da monarquia e longas décadas de abandono, acabou destruído por um incêndio no dia 15 de Agosto de 1999. Os escombros permaneceram intocados durante oito anos, protegidos apenas por uma cobertura provisória montada anos antes para trabalhos de restauro que nunca se realizaram.