Isabel Oneto: Voto antecipado terá “espaços com outra dimensão”

Isabel Oneto considera positiva da estreia das alterações ao processo eleitoral nas europeias. Recenseamento pelo cartão do cidadão, voto antecipado, electrónico ou em braille são melhorias para “facilitar o exercício do direito de voto”.

Fotogaleria
A secretária de Estado adjunta da Administração Interna, Isabel Oneto, elogiou o esforço das autarquias no processo eleitoral das europeias Andreia Carvalho
A secretária de Estado adjunta da Administração Interna, Isabel Oneto, elogiou o esforço das autarquias no processo eleitoral das europeias
Fotogaleria
A secretária de Estado adjunta da Administração Interna, Isabel Oneto, elogiou o esforço das autarquias no processo eleitoral das europeias Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
A secretária de Estado adjunta da Administração Interna, Isabel Oneto, elogiou o esforço das autarquias no processo eleitoral das europeias Andreia Carvalho
Fotogaleria
A secretária de Estado adjunta da Administração Interna, Isabel Oneto, elogiou o esforço das autarquias no processo eleitoral das europeias Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
A secretária de Estado adjunta da Administração Interna, Isabel Oneto, elogiou o esforço das autarquias no processo eleitoral das europeias Nuno Ferreira Santos

A secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, faz um balanço positivo da forma como correram as eleições europeias. Reconhece que o recenseamento dos emigrantes pelo cartão do cidadão aumentou a abstenção, mas lembra que esses portugueses têm direito a contar para o universo eleitoral. Elogia as autarquias na forma como se aplicaram nas alterações ao recenseamento pelo cartão do cidadão e frisa que não houve notícias de problemas. Promete ajustamentos de organização para melhorar o voto antecipado. E sublinha a importância do projecto-piloto do voto electrónico, garantindo a confidencialidade, que espera a Assembleia venha a adoptar para legislar sobre ele.