Quinze concelhos de cinco distritos do continente em risco máximo de incêndios

No Minho, os ventos podem chegar aos 100 quilómetros por hora.

Foto
LUSA/RODRIGO ANTUNES

Quinze concelhos de Bragança, Guarda, Viseu, Castelo Branco e Faro apresentam esta quinta-feira risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo estão os concelhos de Macedo de Cavaleiros, Vimioso, Alfândega da Fé, Mogadouro, Freixo de Espada a Cinta (Bragança), Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda e Sabugal (Guarda) e Penedono, Tabuaço e Tarouca (Viseu), Penamacor (Castelo Branco), Castro Marim, Tavira e São Brás de Alportel (Faro).

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental, com excepção de Viana do Castelo, em risco muito elevado e elevado de incêndio. O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de “reduzido” a “máximo”, sendo o “elevado” o terceiro nível mais grave. Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para esta quinta-feira nas regiões do Norte e Centro do continente céu geralmente muito nublado, temporariamente encoberto entre o meio da manhã e o final da tarde.

Estão também previstos períodos de chuva no litoral, estendendo-se gradualmente às restantes regiões a partir do final da manhã, podendo ser temporariamente moderada a forte durante a tarde, em especial no Minho, passando gradualmente a regime de aguaceiros.

A previsão aponta também para vento fraco a moderado do quadrante oeste, tornando-se moderado a forte a partir da manhã, com rajadas até 80 quilómetros por hora, podendo atingir 95 quilómetros (km/hora) por no Minho, enfraquecendo no final do dia.

Nas terras altas, o vento soprará moderado a forte do quadrante oeste, sendo temporariamente forte com rajadas até 80 km/h durante a tarde, podendo atingir 95/100 km/h no Minho e Douro Litoral.

Na região Sul prevê-se céu muito nublado, apresentando-se pouco nublado no Baixo Alentejo e Algarve até ao final da manhã e períodos de chuva, em geral fraca, a norte do Baixo Alentejo a partir do final da tarde, estendendo-se gradualmente às restantes regiões e sendo pouco provável no sotavento algarvio.

Está ainda previsto vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando temporariamente moderado durante a tarde e moderado a forte nas terras altas.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 04 graus Celsius (na Guarda) e os 13 (em Lisboa e Faro) e as máximas entre os 14 (na Guarda) e os 23 (em Évora e Beja).