AVEL CHUKLANOV/UNSPLASH
Foto
AVEL CHUKLANOV/UNSPLASH

As tuas histórias sobre a Europa podem valer prémios — e levar-te a Bruxelas

A Comissão Europeia está à procura das melhores histórias que comprovem o impacto de projectos europeus nas diversas regiões do continente europeu. Os concorrentes habilitam-se a ganhar programas de formação na área da comunicação que serão dinamizados em Bruxelas.

Já protagonizaste uma história divertida em que a Europa tenha desempenhado um papel importante? Se sim, a Comissão Europeia está à tua procura — e essa mesma história pode valer prémios no âmbito do concurso Europe in My Region. O objectivo da iniciativa é exibir projectos financiados pela União Europeia (UE) e que tenham tido um forte impacto nas mais diversas regiões do continente europeu. As histórias podem ser apresentadas através de vários formatos, tais como fotografias, vídeos, áudios, telas ou publicações nas redes sociais.

Os concorrentes têm que ter pelo menos 18 anos e os projectos submetidos a concurso devem ser permanentes e públicos, tal como pode ser lido no regulamento. Cada pessoa pode enviar o número de histórias que entender; no entanto, estas devem ser originais e os direitos de autor devem pertencer exclusivamente ao participante.

No que diz respeito aos prémios, estes serão divididos por duas categorias: cidadãos e peritos. Os vencedores da primeira poderão participar num programa da União Europeia na área da comunicação com duração de duas semanas. Neste programa, terão a oportunidade de contactar com o trabalho desenvolvido num departamento de comunicação de uma instituição, de uma agência de comunicação e num meio de comunicação social da UE que opere em Bruxelas. Este decorrerá entre 29 de Setembro e 13 de Outubro. Os vencedores da categoria “peritos” integrarão um curso de formação de alto nível na área da comunicação, que decorrerá entre 5 e 7 de Outubro na capital belga.

Na selecção das histórias vencedoras vão pesar dois elementos que todas as histórias devem conter: o factor novidade — “A história conta-nos algo que não soubéssemos, além dos factos básicos relativos ao projecto financiado?” — e as pessoas — “A narrativa limita-se a descrever o projecto ou conta a história das pessoas que nele participam?”.

As histórias podem ser submetidas até 18 de Agosto.