Barreiro Rocks chega ao fim por falta de apoios financeiros

O festival de rock and roll da cidade do Barreiro chega ao fim devido a “gradual estrangulamento financeiro”.

Show
Foto
MIGUEL MANSO

“Amigos, depois de muito pensarmos chegámos à conclusão [de] que não iremos realizar mais o Barreiro Rocks. Pronto, está dito.”

Foi assim que a associação cultural Hey, Pachuco! anunciou na quinta-feira, num post da página do festival no Facebook, que a vida do Barreiro Rocks chegou ao fim devido a um “gradual estrangulamento financeiro”, afirmou à agência Lusa Carlos Ramos, da organização.

“O percurso foi sempre sinuoso no que toca aos apoios. Este era, reconhecidamente, um festival com bastante importância nacional e internacional, mas que nunca conseguiu transformar essa importância em apoio financeiro”, acrescentou.

Depois de 19 edições ininterruptas, o festival barreirense que trouxe a Portugal pela primeira vez nomes como Black Lips e Ty Segall e que era reconhecido por apostar em bandas portuguesas e da cidade do Barreiro chega assim ao fim, deixando para trás um legado enorme.

“Foram os melhores 19 anos da nossa existência: fizemos centenas de amigos, trouxemos quase a totalidade dos artistas [de] que gostávamos ao Barreiro e ajudámos a pavimentar o chão para que novos projectos crescessem com mais dignidade na nossa cidade”, podia ler-se no post de despedida.

Carlos Ramos, ou Nick Suave (ex-Nick Nicotine), explicou que a razão que levou ao fim do festival foi a falta de apoios financeiros: “É impossível fazer-se este festival por menos de 25 mil euros”, explicou, lamentando que o Barreiro não seja “a cidade mais apelativa para as marcas privadas investirem”.

O PÚBLICO tentou contactar Carlos Ramos para obter mais esclarecimentos, mas ainda não obteve resposta por parte do organizador.

A Hey, Pachuco!, associação cultural criada em Setembro de 2000 e sediada no concelho do Barreiro, era a produtora por trás do Barreiro Rocks. Também desempenha funções de editora musical, tendo lançado trabalhos de Nicotine’s Orchestra, The Act-Ups, Fast Eddie & The Riverside Monkeys, Tracy Lee Summer, entre outros.