Burnout: “Não é uma moda, é um problema de saúde pública”

As empresas conhecem os riscos não só para as pessoas, como para a perda de produtividade. Mas será que estão a agir?

Foto
Daniel Rocha

É comum hoje uma empresa ser reconhecida pelas boas práticas no que toca à felicidade de quem lá trabalha. Ao mesmo tempo, fala-se cada vez mais de trabalhadores em estado de burnout. As empresas conhecem os riscos não só para as pessoas, como para a perda de produtividade. Mas será que estão a agir?