Fernando Santos: “Ronaldo só me surpreendeu com 18 anos no Sporting”

Seleccionador nacional considera que Portugal foi um justo vencedor e relembra que, desde 2014, a selecção só perdeu três vezes.

Fernando Santos lembrou que Portugal perdeu apenas três vezes desde 2014 e garantiu que já nada o surpreende em relação a Ronaldo
Foto
Fernando Santos lembrou que Portugal perdeu apenas três vezes desde 2014 e garantiu que já nada o surpreende em relação a Ronaldo LUSA/JOSE COELHO

Mais um hat-trick de Cristiano Ronaldo não deixou Fernando Santos surpreendido. O seleccionador nacional diz que o jogador só o deixou de boca aberta quando iniciou a carreira: “A qualidade de Ronaldo já vem desde 2004. Não me surpreende nada, só me surpreendeu quando tinha 18 anos e eu o treinei no Sporting.”

Visivelmente satisfeito com o resultado, o treinador elogiou a qualidade dos jogadores que tem tido à disposição desde que assumiu o cargo, lembrando que a selecção perdeu apenas três partidas nos últimos cinco anos: “Desde 2014, esta equipa perdeu três vezes, duas durante os 90’ e outra nas grandes penalidades.”

Considerando que Portugal foi um justo vencedor, Fernando Santos admitiu que nem tudo correu bem, salientando também a qualidade do adversário.

“Tínhamos analisado a Suíça e nos últimos três jogos jogou com três defesas, como o fez aqui”, referiu Santos, considerando que não ficou surpreendido com o valor dos helvéticos.

“Tivemos períodos em que as coisas funcionaram bem e outros não. A equipa [Portugal] tem qualidade para jogar com bola, mas em muitos momentos do jogo era necessário serenar. Na fase final tivemos mais bola e veio ao cimo a capacidade colectiva e individual”, analisou.

Já a respeito do esquema táctico que apostou para o encontro, com um meio-campo em losango, o seleccionador explicou que muitas vezes tem que mudar a forma de jogar, por vezes de encontro para encontro. “É preciso muito tempo para solidificar um sistema de jogo e na selecção não temos esse tempo.”

João Félix: “Ronaldo é um exemplo que eu tenho"

João Félix foi uma das apostas para o ataque e, no final do encontro, reforçou a importância de ter Ronaldo na equipa. “É um exemplo que tenho eu e todos os jovens que estão agora a começar”, garantiu o jogador do Benfica, estendendo os elogios aos restantes companheiros: “Há muita qualidade nesta equipa. Jogue quem jogar a equipa fica sempre bem.”

Também Bernardo Silva, outra das estrelas da selecção não se esquivou a falar de Ronaldo, que assistiu para o segundo golo: “Na área nunca facilita. Felizmente, temos um jogador que finaliza assim. Já estamos habituados ao nível de Ronaldo. Mais três golos não é nada de novo para ele. Vamos agora descansar e preparar bem a final.”