Ex-director da Segurança Social de Braga detido para cumprir prisão

Fernando Salgado, advogado de 54 anos, foi detido pela PJ devido a crime de peculato, em 2009.

Fernando Salgado, de 54 anos,  foi director da delegação de Braga da Segurança Social entre 2001 e 2003
Foto
Fernando Salgado foi director da delegação de Braga da Segurança Social entre 2001 e 2003 Guilherme Marques

A Polícia Judiciária deteve o antigo director da Segurança Social de Braga Fernando Salgado para cumprimento da pena de quatro anos de prisão a que fora condenado por um crime de peculato, praticado em 2009, anunciou esta quinta-feira a autoridade.

Em comunicado, a PJ refere que Fernando Salgado, advogado de 54 anos residente em Famalicão, foi detido na noite de quarta-feira.

Em Julho de 2011, o Tribunal Judicial de Famalicão condenou a quatro anos de prisão efectiva o antigo director da Segurança Social de Braga Fernando Salgado, considerando que se apoderou de 187 mil euros que uma empresa destinou ao pagamento de uma dívida ao Estado.

Em causa estavam 12 cheques emitidos pela administração da empresa de vestuário Pasual, de Vila Nova de Famalicão, que pretendia liquidar uma dívida à Segurança Social no valor de 235 mil euros.

Foram entregues a Fernando Salgado 187 mil euros, em dez cheques, que acabaram na sua conta bancária.

Além de se “apropriar” de uma receita fiscal, das funções que ocupava e da sua formação como advogado, o Tribunal de Famalicão sublinhou que, com esta atitude, o arguido sabia que iria “causar sérios problemas às pessoas”, tendo em conta ser uma dívida fiscal por liquidar.

As duas administradoras da Pasual chegaram a ser condenadas, em 2008, ao pagamento de 241 mil euros — correspondentes aos 187 mil euros acrescidos de juros —, pelo valor em dívida à Segurança Social e a uma pena de prisão, suspensa, de 18 meses.

Fernando Salgado foi director da delegação de Braga do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social (IGFSS) entre 2001 e 2003.