Eis os seis doces candidatos a Delícia do Porto

Os doces vão estar disponíveis ao público para prova a partir de dia 7 de Junho, no Cais de Gaia, e a partir de dia 18, na Estação de Metro da Trindade. A final do concurso é a 20 de Junho, na Alfândega do Porto.

Muffins americanos
Foto

O concurso que quer eleger a Delícia do Porto contou com 20 candidaturas, mas apenas 13 respeitaram os critérios previstos no regulamento. Ainda assim, o apuramento para a próxima fase só valeu a seis dos candidatos, seleccionados pelo conselho de especialistas, júri do concurso. São eles Gabriela Ribeiro, do Porto, Rui Pereira do Forninho da Granja, na Maia, António Ferreira, também da Maia, Anabela Ferreira da Cem Pecados, em Vila Nova de Gaia, Joana Sousa, mentora do projecto The Pastry Lab, do Porto, e Sandro Silva da Natas D’Ouro, em Gaia.

Os seis doces concorrentes vão estar disponíveis para quem quiser provar – e, depois, votar no que mais gostar – no Cais de Gaia, a partir de dia 7 de Junho, e, mais tarde, na Estação de Metro da Trindade, a partir de dia 18. Em ambos os casos, a possibilidade de prova estende-se até ao dia da grande final do concurso, 20 de Junho. A votação do público, que vai ter um peso de 30% na decisão final, só pode ser feita através de uma aplicação para telemóvel (será a app Delícia do Porto), disponível a partir do dia 5 de Junho. “As pessoas podem optar por votar provando [os doces] ou só pelas fotos e descrição”, salienta Olga Domingues, responsável pela organização do concurso.

PÚBLICO - Anabela Ferreira, Cem Pecados
Anabela Ferreira, Cem Pecados DR
PÚBLICO - Chef António Ferreira, Maia
Chef António Ferreira, Maia DR
PÚBLICO - Joana Sousa, The Pastry Lab
Joana Sousa, The Pastry Lab DR
Fotogaleria
DR

A segunda eliminatória, prevista numa primeira fase, acabou por ser “retirada” devido ao “reduzido número de inscrições”, lamenta a responsável. Assim, os seis doces que se apuraram vão ser reavaliados numa espécie de semifinal, onde haverá “a preparação das especialidades por parte dos concorrentes” e os chefs acompanharão “todo o processo de elaboração”. Aí, quatro dos concorrentes passam à final e dois ficam para trás. O evento tem lugar na Escola Superior de Hotelaria e Turismo, em Vila do Conde, a 10 de Junho.

PÚBLICO - Chef Sandro Silva, Natas D'Ouro
Chef Sandro Silva, Natas D'Ouro DR
PÚBLICO - Doceira Gabriela Ribeiro
Doceira Gabriela Ribeiro DR
PÚBLICO - Rui Pereira, Forninho da Granja
Rui Pereira, Forninho da Granja DR
Fotogaleria
DR

Já a final do concurso está marcada para as 15h do dia 20 de Junho, na Alfândega do Porto. Aqui entra a votação do júri, também através da app “por uma questão de coerência”. Para além do anúncio daquela que vai ser a Delícia do Porto, o vencedor vai arrecadar um prémio de 10 mil euros.

Depois de eleito o doce identitário do distrito do Porto, o objectivo é “chegar ao máximo de locais possível, entre hotéis, restaurantes, cruzeiros e até ao aeroporto”, para além das pastelarias que se propuserem a “fabricar o doce”, conclui Olga Domingues.

Notícia corrigida às 10h53 de 31 de Maio: ao contrário da informação dada pela organização do concurso, os doces não estarão disponíveis para prova nos dias 7 e 8 de Junho, mas sim a partir do dia 7 no Cais de Gaia e a partir do dia 18 na Estação de Metro da Trindade, até à data da final do concurso, a 20 de Junho.