Circulação ferroviária da Fertagus entre Coina e Fogueteiro já está reestabelecida

A circulação, que estava interrompida desde segunda-feira devido à queda de uma catenária e que foi entretanto reestabelecida, estava a fazer-se em via única desde as 06h30.

Transporte ferroviário
Foto
RG RUI GAUDENCIO

A circulação ferroviária na Linha do Sul, entre Coina e Fogueteiro (Setúbal), foi totalmente restabelecida às 08h35 da manhã desta terça-feira, disse à agência Lusa uma fonte da Infraestruturas de Portugal.

A circulação, que estava interrompida desde segunda-feira devido à queda de uma catenária, estava a fazer-se em via única desde as 06h30.

A queda de uma catenária no troço ferroviário entre Coina e Fogueteiro interrompeu na segunda-feira, cerca das 18h45, em ambos os sentidos, a circulação na linha do Sul. O incidente, ocorrido à hora de ponta, prejudicou centenas de passageiros que ficaram retidos nos comboios da CP e da Fertagus e que tiveram de ser evacuados em autocarro. Um Alfa Pendular proveniente de Faro ficou várias horas parado no Fogueteiro e teve de ser rebocado para Lisboa. E o Intercidades de Évora para Lisboa teve de realizar um percurso alternativo, via Vendas Novas e Setil, para chegar à Estação do Oriente.

As ligações ferroviárias funcionaram entre Roma/Areeiro e Fogueteiro, e entre Coina e Setúbal, em ambos os sentidos, mas entre Fogueteiro e Coina foram utilizados transportes rodoviários para fazer as ligações.

Esta segunda-feira, pelas 1h30, a IP não tinha ainda uma previsão de quando seriam repostos os 400 metros de catenária (cabo de alta tensão que “alimenta” os comboios eléctricos) que tinham caído. Dois comboios da Fertagus viram destruídos os seus pantógrafos (equipamento no tecto das composições que recebe a energia eléctrica da catenária) e tiveram de ser rebocados por uma locomotiva a diesel para as oficinas da empresa em Coina.

Por esse motivo, a empresa informou que poderia não conseguir ter a sua frota operacional para realizar todos os comboios durante a manhã. A Fertagus conta com 18 UQE (Unidades Quádruplas Eléctricas).

Foi nomeada um comissão de inquérito, com elementos da Infraestruturas de Portugal e da Fertagus, para apurar as causas do incidente. 

Notícia actualizada às 10h30 com a informação de que a ligação foi reestabelecida