Moby pede desculpa publicamente a Natalie Portman

Na sua biografia, o músico revela ter namorado com a actriz. Um facto que esta negou veementemente.

,Natalie Portman
Foto
Membros da banda The Roots, Moby e Natalie Portman em 2001 Getty/ Theo Wargo

Na autobiografia intitulada Then If I Fell Apart, lançada este mês, o músico Moby revelou ter tido um relacionamento com a actriz Natalie Portman há 20 anos. Moby alega que Portman o abordou no camarim depois de um espectáculo, quando ele tinha 33 e ela 20 anos. A actriz veio agora negar tal relacionamento, o que levou o cantor a pedir-lhe desculpa.

Numa entrevista à Harper’s Bazaar, publicada na semana passada, Portman disse: “Fiquei surpreendida por saber que ele considera o pouquíssimo tempo em que o conheci como ‘namoro’, porque só me lembro de um homem muito mais velho e ‘esquisito’ [creepy, no original] para comigo, mal tinha acabado o liceu”, disse. “Ele disse que eu tinha 20 anos, mas definitivamente não tinha. Era uma adolescente e tinha acabado de fazer 18 anos”, acrescentou. 

Natalie Portman criticou ainda o facto de não ter sido contactada pelo autor ou pela editora. “Não houve confirmação de factos para a publicação, o que me parece deliberado. Acho que ele se aproveitou disso para vender livros e isso perturba-me. Não foi assim. Há muitas mentiras e invenções. Gostaria que ele e o seu editor me tivessem contactado para confirmar os factos”, acrescenta.

Pouco depois da entrevista, Moby decidiu reagir nas redes sociais, insatisfeito com as declarações da galardoada actriz. As publicações parecem já ter sido apagadas pelo próprio, mas segundo a BBC o músico publicou algumas fotografias dos dois, em que se lia na legenda “Sinceramente, o que devo fazer quando as pessoas acreditam em acusações e não em evidências?”

Este domingo, na sua página de Instagram, o músico mostrou-se arrependido e fez um pedido de desculpas “à Natalie e às outras pessoas sobre as quais escrevi na biografia, sem lhes dizer antes”. “Tentei tratar toda a gente que incluí na biografia com dignidade e respeito, mas foi uma falta de consideração não lhes dizer que o livro havia sido lançado. Odeio ter provocado alguma angústia à Natalie e à sua família”, acrescentou sem nunca negar o relacionamento.