Reportagem

O longo caminho de quem sai do subúrbio para trabalhar em Lisboa

Um autocarro, duas linhas de metro, outro autocarro. Duas horas depois de ter deixado a sua casa, na Baixa da Banheira, Maria João Correia chegou ao call center onde trabalha, em Lisboa. Ao final do dia, a jornada repete-se. E , desta vez, nem o barco foi opção.

Esta é a segunda de uma série de reportagens sobre habitação. Acompanhe nos próximos dias o dossier O Estado da Habitação.