Valência bate Barcelona e conquista Taça do Rei

Kévin Gameiro e Rodrigo Moreno superaram Messi. Português Gonçalo Guedes foi titular na final que pôs fim ao reinado catalão ao longo de quatro anos consecutivos.

Fotogaleria
LUSA/JOSE MANUEL VIDAL
Fotogaleria
Reuters/MARCELO DEL POZO

O Valência de Gonçalo Guedes venceu este sábado o Barcelona (2-1), no Benito Villamarín, em Sevilha, e conquistou a Taça do Rei, de Espanha, troféu que ergueu pela oitava vez na história do clube “Che”.

O francês Kévin Gameiro (21') e o espanhol de origem brasileira Rodrigo Moreno (33') praticamente sentenciaram a partida com pouco mais de meia-hora de jogo, aprestando-se a impedir que os catalães, bicampeões de Espanha, conquistassem a taça pelo quinto ano consecutivo. 

Apesar de ter o jogo sob controlo, o Valência sabia que a qualquer momento o génio de Lionel Messi poderia mudar a história da final. Depois de ter acertado no ferro da baliza de Jaume, Messi (74') ainda tentou relançar o debate em torno de um jogo que poderia render a 31.ª Taça de Espanha para o Barcelona. 

Mas o destino estava traçado e o Valência, semifinalista vencido na Liga Europa, segurou o triunfo, voltando a festejar 11 anos depois da última conquista.