Cocaína foi a droga mais apreendida em 2018. Quantidade de ecstasy aumentou

A quantidade de ecstasy apreendida em 2018 foi superior à soma das apreensões desta substância nos quatro anos anteriores.

Apreensão de haxixe, no Mediterrâneo, em que foram detidos cidadãos nacionais e estrangeiros
Foto
Apreensão de haxixe, no Mediterrâneo, em que foram detidos cidadãos nacionais e estrangeiros LUSA/LUÍS FORRA

A cocaína foi a droga mais apreendida em Portugal, no ano passado, quebrando a primazia mantida pela cannabis (haxixe e pólen) desde 2016. Mas a apreensão de comprimidos de ecstasy registou a subida mais significativa: em 2018 foi apreendida uma quantidade desta droga superior à soma das apreensões dos quatro anos anteriores. Os dados estão no relatório anual de Combate ao Tráfico de Estupefacientes em Portugal, da responsabilidade da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes – Secção Central de Informação Criminal da Polícia Judiciária.