Partido de Narendra Modi ganhou com resultado histórico na Índia

As sondagens apontavam para uma vitória sem maioria, mas é já claro que o Partido Bharatiya Janata deverá conquistar pelo menos 345 lugares no Parlamento indiano, garantindo a segunda maioria absoluta consecutiva – algo que já não acontecia na Índia desde 1984.

Foto
Apoiantes de Modi celebram a vitória em Bangalore JAGADEESH NV/EPA

O partido nacionalista hindu do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, obteve uma vitória histórica nas eleições legislativas que decorreram entre 11 de Abril e 19 Maio. De acordo com os resultados oficiais, o Partido Bharatiya Janata lidera a contagem com 301 dos 543, bem mais que os 272 de que precisava para ter uma maioria absoluta.

“Juntos crescemos”, escreveu Narendra Modi no Twitter. “Juntos construíremos uma Índia forte e inclusiva. A Índia ganha outra vez!”, afirmou o primeiro-ministro releeito.

É a primeira vez desde 1984 que um partido alcança a maioria absoluta por duas vezes consecutivas no Lok Sabha, a câmara baixa do Parlamento indiano.

Nas eleições de 2014, o partido de Modi conquistou 282 lugares. Antes do Bharatiya Janata de Narendra Modi, o Partido do Congresso obteve duas maiorias consecutivas na década de 1980, primeiro liderado por Indira Gandhi e depois pelo seu filho mais velho, Rajiv Gandhi – 374 deputados em 1980 e 414 deputados em 1984.

A principal força da oposição, o Partido do Congresso, terá agora 50 lugares, segundo o Times of India.

Numa primeira reacção, a ministra dos Negócios Estrangeiros e também dirigente do Bharatiya Janata, Sushma Swaraj, disse que o seu partido obteve “uma gigantesca vitória”.

A renovação da maioria pelo partido nacionalista deverá encorajar ainda mais a maioria hindu a afirmar o seu domínio no país, alarmando a minoria muçulmana.

E deverá também permitir a Modi avançar com as reformas de combate ao desemprego que persistiram ao longo dos seus primeiros cinco anos no poder.

O ambiente era de festa na sede do Bharatiya Janata, em Nova Deli, com os funcionários do partido a celebrarem a vitória à medida que os canais de televisão iam noticiando os resultados.

“É um grande mandato para uma política feita de forma positiva e para as propostas de Narendra Modi”, disse um porta-voz do partido, G.V.L. Narasimha Rao. “É uma grande vitória para a Índia, sentimo-nos honrados com a grandeza desta vitória.”

Em contraste, os líderes do Partido do Congresso estavam desanimados.

“É óbvio que isto não nos agrada”, disse Salman Soz, um porta-voz do partido. “Temos de esperar pelos resultados completos, mas até agora as coisas não estão a correr nada bem.”

Mas a vitória do partido no poder é ainda mais robusta se se levar em conta todo o apoio com que vai contar na câmara baixa do Parlamento indiano – ao todo, a coligação à volta do Bharatiya Janata, a Aliança Democrática Nacional, lidera em 348 lugares, contra os 79 da coligação da oposição, a Aliança Progressista Unida.

A margem da vitória da coligação no poder é muito maior do que as sondagens indicavam. A poucos dias do início das eleições, em Abril, esperava-se que a Aliança Democrática Nacional ganhasse, mas que ficassem aquém da maioria.

Os resultados finais vão ser anunciados ainda esta quinta-feira (em Nova Deli são mais 4h30 do que em Portugal continental).