Sete substituições de professores num ano. Alunos protestam faltando à prova de aferição

Em sinal de protesto, os pais dos alunos do 5.º A do Agrupamento de Escolas Clara de Resende, no Porto, decidiram que os seus educandos não realizariam a prova de aferição de Educação Física que se realizou na tarde desta segunda-feira.

Foto
Agrupamento de Escolas Clara de Resende ruf rui farinha

Desde o início do ano escolar, a turma do 5.º A do Agrupamento de Escolas Clara de Resende, no Porto, já passou por sete substituições de professores, quatro delas de directores de turma. Em protesto simbólico, os pais dos alunos daquela turma decidiram que os seus educandos não realizariam a prova de aferição de Educação Física que se realizou na tarde desta segunda-feira.