Votaram antecipadamente 76% dos inscritos

De um total de 19.584 eleitores registados para votar antes de tempo, 14.909 fizeram-no efectivamente no domingo, dia 19. A taxa de participação é de 76%.

Voto antecipado foi cumprido por quase 15 mil eleitores
Foto
Voto antecipado foi cumprido por quase 15 mil eleitores Nuno Ferreira Santos

Dos quase 20 mil eleitores que se inscreveram para votar antecipadamente no domingo, 19 de Maio, 4.675 não chegaram efectivamente a votar. De acordo com dados enviados ao PÚBLICO nesta segunda-feira de manhã pelo Ministério da Administração Interna, a abstenção fixou-se nos 24%, o que é muito abaixo dos níveis habituais para as eleições europeias.

Lisboa, Porto, Évora e ilha do Faial foram as regiões do país onde menos se votou, com níveis de participação de 68, 76 e 79% (nos dois últimos casos), respectivamente. Pelo contrário, nas ilhas do Corvo, São Jorge e Santa Maria nenhum eleitor registado faltou à chamada, o que significa que a abstenção foi de 0%.

De entre os 14.909 eleitores que votaram (76% dos inscritos), a maior parte fê-lo nos grandes centros urbanos de Lisboa (5.871), Porto (2.293) e Coimbra (943), o que provocou alguma demora no processo de votação. Na sequência da demora instalada, que em alguns casos chegou aos 50 minutos, a secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, admitiu logo no domingo a necessidade de pequenos ajustamentos no novo sistema.

“As pessoas que se inscreveram para votar antecipadamente queriam mesmo exercer o seu direito e não o podiam fazer no próximo domingo. Isto já é um passo para diminuir a abstenção”, afirmou Isabel Oneto aos jornalistas, no Porto. A governante foi uma das quase 20 mil pessoas que pediram para votar antecipadamente.

Como a agência Lusa já explicou, um dos ajustamentos necessários é o aumento a dimensão das ranhuras das urnas de voto, que estavam preparadas para boletins de voto depositados dentro de um envelope e não dentro de dois, como se torna necessário neste sistema. 

 

Sugerir correcção