Holanda

Novos Activistas da Cultura Europeia: pode a vida nocturna de uma cidade ser a sua sala de aula?

Ella Overkleeft, consultora cultural, e Sama Abdulhadu, DJ, são as convidadas do sexto episódio da série New Activists of European Culture (“Novos Activistas da Cultura Europeia”, em português), no qual é proposta uma reflexão sobre o papel que a noite pode ter na hora de fomentar uma cidadania activa. Ambas são activistas, mas dificilmente poderiam provir de contextos mais distintos. Ella nasceu na movimentada e cosmopolita Amesterdão, enquanto Sama, natural da Cisjordânia, cresceu sob a influência dos conservadores preceitos palestinianos. Foi a partir destas heranças que começaram a trabalhar em formas de potenciar os espaços de convívio nocturno dos jovens, incorporando-os nas suas iniciativas humanitárias.

Sama começou esta aventura num terreno árido: na Palestina, as discotecas não existiam e as festas têm que terminar obrigatoriamente à meia-noite. Durante a estadia em Beirute, a propósito de uma formação académica, descobriu o gosto pela música techno, uma experiência que a fez sentir-se “livre pela primeira vez”. “Foi como se a minha mente se tivesse esvaziado!” Depois do regresso, tentou replicar o ambiente em Ramallah, de onde é natural, embora sujeita à forte oposição das autoridades locais. “Cada vez que organizamos algo com uma grande dimensão, o governo fica louco.”

A solução para o problema de Sama pode estar nas mãos de Ella. A holandesa inspirou-se na figura do night mayor para criar uma associação com o mesmo nome, através da qual viaja pelo mundo para mostrar a importância que a vida e a cultura nocturna podem ter nas grandes cidades na promoção da diversidade, social e étnica, nestes contextos. A mudança, na opinião de ambas, tem que passar, inevitavelmente, pelos governos, municipais e nacionais — daí ser tão importante ter um representante da sua causa nestes organismos. “Podemos criar a ligação entre os que precisam de representação e os que tomam as decisões.” Que resultado esperar desta conjugação de forças? Um inimaginável mundo de interacções com as diversas formas de arte, como a dança e a música, já que na noite se pensa “nas possibilidades e não nas limitações”.

No sétimo e último episódio da série, o Canal180, em parceria com a We are Europe, convida Aslak Holmberg e Srećko Horvat a responder à questão "O que faz uma cultura?". À semelhança do que aconteceu com as anteriores, poderás acompanhar a conversa, que contou com tópicos como o capitalismo, o nomadismo e a crise migratória, no P3.