Futebol pára campanha, mas não para todos

Nenhum partido tem acções à hora dos jogos. PSD e CDU cancelaram as iniciativas, CDS e BE já não as tinham. Depois dos encontros decisivos para o campeonato, só o PS mantém um comício com António Costa.

,SL Benfica
Foto
Benfica-Santa Clara e FC Porto-Sporting começam às 18h30 deste sábado Reuters/RAFAEL MARCHANTE

O futebol vai entrar pela campanha das europeias adentro e fazer parar algumas comitivas. À hora dos jogos decisivos para o campeonato , este sábado às 18h30, nenhum partido tem iniciativas marcadas. Depois do fim dos jogos, quando Benfica ou FC Porto estiverem a fazer a festa e o país mediático não tiver outro assunto na agenda, só o PS terá mantido um comício em Guimarães com a presença do primeiro-ministro.

Nem o facto de serem ambos benfiquistas fez com que Pedro Marques e António Costa decidissem mudar os planos para este sábado à noite. A caravana do PS anda pelo norte do país e, depois de um comício à hora de almoço em Viana do Castelo, tem uma iniciativa às 16h em Mondim de Basto que terminará perto da hora dos jogos Benfica-Santa Clara e FC Porto-Sporting. Já com uma das duas equipas que lutam pelo título sagrada campeã, Costa e Marques subirão a um palco para um comício em Guimarães, que decidiram manter.

Na CDU, se o candidato principal, João Ferreira, não estará com o coração nas mãos na tarde de sábado por ser sportinguista, será Jerónimo de Sousa a sofrer. O secretário-geral é vermelho na política e no desporto. Até ao arranque oficial da campanha, a CDU tinha marcada uma “sessão político-cultural” – ou seja, um comício com actuações musicais - na Sociedade Filarmónica Progresso Matos Galamba, em Alcácer do Sal para as 18h30. Mas na terça-feira, dia 14, o PCP emendou a mão e distribuiu uma nova agenda em que a iniciativa foi anulada precisamente por causa da última jornada do campeonato de futebol.

A caravana volta neste sábado ao distrito de Setúbal com três acções de campanha, sendo a última um desfile no centro de Almada, às 15h30.

O Bloco de Esquerda vai manter a agenda que já tinha definido, com um almoço e uma arruada, em Lisboa, e limitou-se a antecipar a arruada inicialmente prevista para as 16h para meia-hora mais cedo. Não há, nem nunca esteve prevista, qualquer acção de campanha à hora do jogo. A cabeça de lista do BE às europeias segue no próprio dia, à noite, para a Madeira, onde fará campanha no domingo.

A campanha de Paulo Rangel também não tinha prevista nenhuma acção à hora do futebol. O candidato começa o dia em Vizela, em contactos com a população, segue para Guimarães e Famalicão e dá o dia por terminado em Barcelos.

Nuno Melo vai ver o jogo do Benfica pela televisão, até porque a campanha do CDS encerra a jornada em Oliveira de Azeméis por volta das 16h. Apesar de ser um homem do Norte - é natural de Joane, concelho de Famalicão -, Melo é adepto dos encarnados. “Aqui chegados, acho que o Benfica está em condições de ser campeão”, afirmou a PÚBLICO. “Carrega Benfica”, gritaram alguns membros da sua comitiva.