Rui Moreira e Pedro Marques juntos, sem futebol e com habitação e mobilidade em cima da mesa

O socialista começou a manhã com uma breve reunião na Câmara do Porto. Moreira desejou-lhe sorte e quer com ele discutir habitação e transportes públicos.

Pedro Marques esteve esta manhã com Rui Moreira
Foto
Pedro Marques esteve esta manhã com Rui Moreira LUSA/MIGUEL A. LOPES

Foram só quinze minutos de jogo, mas de acordo com os presentes, foi uma reunião “muito positiva” que deu para trocar pontos de vista sobre assuntos que importam: habitação e mobilidade. Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, recebeu esta quinta-feira de manhã o candidato socialista às eleições europeias, Pedro Marques. Uma reunião “institucional”, sem outros assuntos à mistura, garantem.

Rui Moreira esperou e despediu-se do candidato socialista à porta da Câmara do Porto. Para não mostrar favoritismo, garantiu que recebe quem tiver a mesma iniciativa: “Estarei disponível para receber todos aqueles [que quiserem vir]. No bom espírito democrático, um presidente de câmara deve receber os candidatos”, respondeu aos jornalistas. Sem mais, e dando a palavra a Pedro Marques, saiu de cena, reentrando no edifício.

Em cima da mesa, na conversa entre os dois feita na presença de Manuel Pizarro e de Renato Sampaio, estiveram sobretudo dois temas: a habitação e a mobilidade das cidades do futuro - sem que ambos tivessem explicado exactamente o que defendem que deve ser feito.

“Estivemos a falar sobre temas que nos preocupam e que nos unem, nomeadamente, a questão da habitação, que é um problema europeu, já não é um problema português. Esperamos que faça parte das políticas europeias dos próximos anos. [Falámos] também da questão dos transportes; do transporte público como [factor] importante para as cidades e para a descarbonização e conforto dos cidadãos”, disse o autarca aos jornalistas, que lembrou que já trocou muitas opiniões sobre o tema com Pedro Marques quando este era ministro do Planeamento e das Infra-estruturas.

Pedro Marques reforçou a ideia que a “reunião foi muito positiva e institucionalmente muito relevante” sobre temas como “a habitação, o futuro da habitação para os jovens e para as classes médias”. É “uma prioridade nossa”, disse.

O Governo e Rui Moreira, enquanto membro da Área Metropolitana do Porto, negociaram a introdução do desconto nos passes sociais e esse foi também um assunto da conversa. “Também partilhámos pontos de vista sobre esta questão da mobilidade urbana e comentámos esta medida adoptada recentemente com grande sucesso nas duas áreas metropolitana dos passes sociais e estivemos a discutir o futuro das cidades europeias”.

O socialista recusou a ideia de “reverência” ao presidente da Câmara do Porto. “Isto é absolutamente extraordinário. Estou aqui como candidato ao Parlamento Europeu. Pareceu-me muito ajustado fazer parte do meu percurso de campanha, porque o desenvolvimento das cidades é também o desenvolvimento da nossa Europa”, referiu.

Também Rui Moreira se referiu a este assunto dizendo que a visita tem um “significado político de respeito pelo município, não é pelo presidente da câmara. É importante que as instituições se respeitem”.

No fim, uma garantia a Manuel Pizarro, o nono da lista do PS e vereador no Porto. As reuniões da câmara podem passar a ser à segunda-feira para que o candidato socialista, caso seja eleito, e não é certo que o seja, possa participar enquanto oposição.

De fora da conversa, e na semana em que se decide o campeonato, ficaram de fora as paixões clubísticas. Rui Moreira, do Futebol Clube do Porto, e Pedro Marques, do Benfica, não falaram do assunto. Seria Manuel Pizarro, também ele adepto portista, a brincar quando Marques foi questionado sobre se viria à festa no Porto. “O cabeça de lista teve muito bom gosto na cor da gravata que escolheu”. Era azul.