Mudam os tempos, mudam os saberes que nos diferenciam

As soft skills “são como a mobilidade eléctrica”. “Fala-se delas há décadas, mas agora vivem o momento da viragem.” Empresas e escolas apostam nelas como factor de diferenciação e progressão.

Foto
REUTERS/Gustau Nacarino

Há 30 anos, quem queria o melhor director financeiro na empresa, batia à porta da escola reconhecida como a melhor a ensinar finanças. Mas os tempos mudaram, observa Ana Corte Real, responsável pela formação executiva da Católica Porto Business School. Hoje, é mais difícil saber qual é o melhor viveiro de uma determinada carreira técnica. “Hoje há uma paridade muito grande no saber técnico, as chamadas hard skills. O que diferencia o gestor são outros saberes”, afiança a mesma responsável. “Hoje distinguimo-nos pelas soft skills.”