Escolas de negócios criam apoios para atrair mais mulheres

Um curso ajuda a quebrar os “tectos de vidro” que afastam mulheres da gestão de topo. As business schools portuguesas pensaram em incentivos para quem não tem medo de arriscar, numa altura em que as quotas obrigam a uma maior presença feminina nas administrações.

Foto
Miguel Feraso Cabral

As mulheres estão em maioria no ensino superior, mas os números mostram uma realidade bem diferente quando se olha para a formação executiva. Há escolas de negócios que estão a tentar mudar esta realidade. Lançam bolsas de estudo para elas, ajustam horários, flexibilizam calendários ou encontram outras formas de apoio como, por exemplo, uma sala de amamentação para mães estudantes.