Dois gatos saíram do abrigo e entraram no Liceu Camões: a “Patrulha Gato” já está em campo

Há perto de 1000 colónias de felinos em Lisboa, mas só os gatos silvestres serão realojados pelo programa “Patrulha Gato”.

Foto
Daniel Rocha

O realojamento de dois gatos assilvestrados no Liceu Camões concluiu com sucesso o primeiro projecto-piloto do programa “Patrulha Gato”. Os dois animais estavam antes na Casa dos Animais de Lisboa (CAL) e juntam-se agora à colónia existente no liceu.

O objectivo principal do Patrulha Gato, que arrancou em Fevereiro, é a recolocação de gatos que estavam em risco em certas áreas urbanas, fazendo a ligação directa entre gatos que não podem regressar ao seu local de origem e pessoas, instituições e empresas que lhes possam oferecer uma casa nova.

Este realojamento é equacionado, segundo a organização, apenas quando todas as outras hipóteses forem esgotadas. Se houver situação de colónias em risco iminente, devido a por exemplo a demolição de prédios ou outras obras, maus-tratos, envenenamentos ou animais que surjam num novo local de origem desconhecida (não podendo assim ser devolvidos ao seu território), podem ser realojados.

A partir de agora, pessoas, instituições ou empresas que, tendo o devido espaço exterior e condições que respeitem o bem-estar destes felinos, queiram acolher estes animais, podem fazer o pedido directamente à autarquia ou à Animais de Rua.

Segundo Maria Pinto Teixeira, presidente da Animais de Rua, existem “perto de 1000 colónias de felinos em Lisboa, sendo que serão realojados apenas gatos silvestres que, devido ao seu temperamento, não têm potencial de adopção e não podem regressar com segurança ao local de origem”.

O programa surge no âmbito de uma Recomendação da Provedoria dos Animais de Lisboa e está a ser implementado através de um protocolo entre o Munícipio de Lisboa e a Associação Animais de Rua.

Vem também complementar a actividade desenvolvida pela autarquia com o Programa CED (Captura-Esterilização-Devolução), através do qual já foram intervencionadas mais de 300 colónias de animais em Lisboa.

Texto editado por Ana Fernandes