Vamos poder “voar” na Nazaré a mais de cem metros de altitude

O projecto Zipline Nazaré compreende uma descida de mais de um quilómetro com uma elevação máxima de 100 metros de altitude. Vídeo de apresentação já disponível.

Fotogaleria
DR/CMNazaré
Fotogaleria
DR/CMNazaré
Fotogaleria
Samuel Zeller/unsplash

Virtualmente já é possível acompanhar a descida entre o Sítio da Nazaré e a praia, percurso de cerca de 1100 metros de distância e com uma elevação máxima de 100 metros de altitude que em breve estará disponível na Nazaré.

Este zipline (ou tirolesa) consiste num cabo aéreo de aço ancorado entre dois pontos, pelo qual o praticante se desloca através de roldanas conectadas por mosquetões a um arnês. Sem esforço físico, o praticante fica com a sensação de sobrevoar o terreno.

Segundo a página Voa Nazaré, “sobrevoar o oceano e a praia da Nazaré em zipline será uma experiência incrível, segura, bastante confortável, em harmonia com o ambiente de praia”. Trata-se de uma actividade de animação turística que tem por base a descida gravitacional sobre a praia e o mar na qual será utilizada tecnologia inovadora certificada e patenteada — com sistemas de saída e de travagem completamente automatizados e um sistema de roldanas que minimiza a fricção e o ruído associados.

“Com um investimento totalmente privado, esta animação turística irá proporcionar receitas directas e indirectas para a Nazaré, que, findo o contrato de concessão passará a propriedade do município”, pode ler-se na página de Facebook do projecto, que inclui dois espaços que irão servir a actividade e a promoção e valorização do património cultural e natural daquela cidade. O Zipline Nazaré contempla ainda um miradouro 360º com vistas panorâmicas a 110 metros de altitude.

PÚBLICO -
Foto

Esta tirolesa, projecto estratégico do município que se integra no plano de combate à sazonalidade, permitirá ainda a utilização a pessoas com mobilidade reduzida com recurso a rampas de acesso privilegiado e elevadores.

O vídeo foi publicado pela Voa Nazaré, campanha de informação, divulgação e sensibilização pública que faz parte da proposta apresentada no âmbito do concurso público aberto pela câmara para a concessão da utilização privativa de domínio público municipal para a implementação do empreendimento de animação turística denominado Zipline Nazaré (publicado em Diário da República em Novembro do ano passado). Refira-se que apenas uma proposta foi apresentada.

A aceitação do projecto não é unânime: o Movimento Cívico pela Defesa do Promontório da Nazaré constituiu-se para criticar a “instalação da tirolesa no promontório”, realizando intervenções contra a iniciativa, incluindo uma petição pública online.