Benfica vence FC Porto e é o novo líder do Nacional de juniores

Sérgio Conceição assistiu ao jogo e não gostou dos insultos lançados a um dos seus filhos, jogador dos “encarnados”.

,FC Porto
Foto
Mário Silva, treinador do FC Porto JEAN-CHRISTOPHE BOTT/Lusa

O Benfica, que jogou mais de meia hora reduzido a 10 elementos, foi nesta quarta-feira vencer o FC Porto ao Olival, por 2-1, destronando-o da liderança do campeonato nacional de futebol de juniores, com três jornadas por disputar.

Depois de empatar 2-2 no Seixal, o “dragão” apresentou-se com dois pontos de vantagem frente ao único rival ainda com hipóteses de discutir o título. Contudo, o recém-sagrado campeão da Europa foi batido pelos “encarnados”, que agora lideram com 29 pontos, mais um do que os anfitriões.

O Benfica entrou muito bem no jogo em atraso da oitava jornada, e aos quatro minutos já estava na frente, com golo de Rodrigo Conceição, filho de Sérgio Conceição, treinador da equipa principal do FC Porto.

Os jogadores de Mário Silva tardaram a reagir, mas chegariam ao empate aproveitando um desentendimento da defesa contrária, com a bola a chegar aos pés de Fábio Vieira, que empatou com remate à entrada da área, aos 25 minutos.

Um erro infantil do guarda-redes Francisco Meixedo, que falhou o pontapé fácil e depois rasteirou o adversário, resultou em penálti favorável ao Benfica, que Tiago Dantas converteu no 2-1, aos 58 minutos.

Aos 61’, Rodrigo Conceição foi admoestado com o segundo cartão amarelo e deixou o Benfica reduzido a 10, mas o FC Porto, nunca teve discernimento para chegar ao golo, quando o empate bastava para o manter no comando da prova.

Até ao fim do campeonato, o Benfica vai a Alverca e Braga e termina em casa com o Sporting, enquanto o FC Porto recebe o Leixões, visita o Tondela e acaba em casa com o Sporting de Braga.

Presente na bancada do Olival esteve Sérgio Conceição, treinador da equipa principal do FC Porto, que se envolveu numa discussão com um adepto “azul e branco” depois deste ter alegadamente cuspido na direcção de Rodrigo no momento em que o futebolista da equipa de juniores do Benfica deixava o relvado após ter recebido ordem de expulsão aos 61 minutos.