Centro que trata resíduos de hospitais suspeito de inflacionar custos em quatro milhões de euros

A unidade que é detida em parte por uma entidade de utilidade pública terá sobrefacturado despesas para receber valor mais elevado em fundos comunitários. Está a ser investigada por fraude na obtenção de subsídio.

Foto
Adelaide Carneiro

A criação do Centro Integrado de Valorização e Tratamento de Resíduos Hospitalares e Industriais, localizado na Chamusca e que é detido em parte pelo Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH), beneficiou de três milhões de euros em fundos comunitários, um montante que só foi atingido porque terão sido inflacionados os custos do projecto em mais de quatro milhões de euros.