Ordem aposta em bolsas para ter mais médicos formados em cuidados paliativos

Protocolo com Fundação La Caixa financia dez estágios na competência de medicina paliativa, “uma área deficitária”, diz o bastonário dos médicos. Três vagas são para formar médicos pediatras em cuidados paliativos, em que a resposta é ainda mais limitada.

Foto
rui Gaudencio

Inicia-se hoje o processo de candidaturas às bolsas de estágio para formar dez médicos na competência de medicina paliativa. A iniciativa resulta de um protocolo entre a Ordem dos Médicos e a Fundação La Caixa. O bastonário dos Médicos, Miguel Guimarães, explica ao PÚBLICO que o objectivo é reforçar uma área que tem uma “deficiência enorme”. Três das dez bolsas são para formar pediatras em cuidados paliativos, em que a resposta é ainda mais limitada.