Opinião

António Costa está cheiinho de razão

Costa fez tudo bem feito. Excepto talvez isto: hipotecou o futuro. Ainda que esta crise venha a beneficiar a sua prestação eleitoral, o PS precisará sempre de companhia para governar, e o que aconteceu esta semana vai deixar sequelas.

O grande problema do PSD e do CDS é que António Costa sabe mais de política a dormir do que Rui Rio e Assunção Cristas depois de despejarem duas grades de Red Bull. É certo que a jogada política do primeiro-ministro é arriscada no médio prazo (já lá vamos), mas, no presente, António Costa meteu no bolso a sua esquerda e a sua direita — basta ver a forma disparatada como todos os partidos reagiram à cartada do Governo, atropelando-se em péssimas justificações como se tivessem sido meninos traquinas apanhados com a mão na caixa dos biscoitos. Neste tipo de braços de ferro, é sempre muito fácil saber quem está a perder — é aquele que tem as bochechas mais coradas e sente necessidade de vir a correr explicar-se, tropeçando várias vezes pelo caminho.