Zoo de Lisboa cria Clube da Natureza e começa por plantar 100 árvores

É o novo projecto de “educação para a conservação” do Jardim Zoológico e nasce a 19 de Maio.

Foto
Parque Bensaúde DR/JFSDB

O projecto Clube da Natureza, do Jardim Zoológico de Lisboa, prepara-se para avançar, em colaboração com a junta de freguesia de São Domingos de Benfica, zona onde se situam as instalações do Zoo.

A partir de 19 de Maio, Dia Internacional da Família, o clube vai levar “mais vida ao Parque Bensaúde”, tendo por objectivo o "desenvolvimento de diversas iniciativas gratuitas nos espaços verdes" da freguesia, nomeadamente “através de um passaporte que incentiva as famílias a contactarem directamente com a natureza e apoiarem a sua conservação”.

Parque Bensaúde DR/JFSB
Parque Bensaúde DR/JFSB
Fotogaleria
DR/JFSB

Há actividades como “Árvores com História”, uma acção gratuita, mas que obriga a inscrição prévia, em que se lança o desafio às famílias de plantarem uma árvore no Parque Bensaúde. Segundo as contas do Zoo, deverão vir a ser plantadas cerca de 100 árvores que serão “identificadas com o nome das famílias que as plantarem para poderem acompanhar o seu crescimento”. Oliveiras, medronheiros e carvalhos são as árvores escolhidas.

As famílias participantes terão um passaporte, onde poderão registar o “trajecto da sua viagem pelos espaços verdes a percorrer”. No final do projecto, em 2020, uma gala irá distribuir prémios pelas “famílias mais empenhadas”.

O Clube da Natureza irá também realizar outras actividades nas zonas verdes da zona, incluindo-se construção de abrigos para aves e insectos, workshops, limpeza de matas e, entre outros, sessões sobre o impacto do plástico, exposições de fotografia.

O projecto do Zoo de Lisboa venceu um prémio da Associação Mundial de Zoos e Aquários (WAZA) no âmbito da Nature Connect Grant, um apoio dedicado a acções de educação ambiental familiar.