Uma década a subir ao pódio na escola e no desporto

Ter boas notas na escola e conquistar resultados numa modalidade desportiva ao mais alto nível é difícil, mas não impossível. Há dez anos, em Montemor-o-Velho, uma experiência pioneira lançou as bases do que são hoje as Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola

Foto
A Escola Fontes Pereira de Melo, no Porto, é uma das que compõem a rede nacional de UAARE Nelson Garrido

Era uma vez uma escola que se deparou com um desafio: como tornar possível que os seus alunos que praticavam uma modalidade desportiva ao mais alto nível conciliassem essa actividade com as exigências académicas? Dessa questão surgiu uma experiência pioneira que agora completa uma década de existência e está a ser replicada em vários estabelecimentos de ensino a nível nacional. O Gabinete de Apoio ao Alto Rendimento (GAAR) de Montemor-o-Velho foi uma lufada de ar fresco que lançou a base do que são hoje as Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE), implementadas desde o ano lectivo 2016-17 e que abrangem actualmente mais de 400 alunos-atletas.