Vitorino Coragem

A fábrica de novas memórias de Lena d’Água

Após uma longa ausência, regressa a 10 de Maio com Desalmadamente, resgatada por quem cresceu a ouvi-la. Pedro da Silva Martins, Benjamim e They’re Heading West acompanham-na em disco. Em Junho, actua no Primavera Sound com Primeira Dama.

O hipocampo é um pequeno órgão alojado no lobo temporal central do cérebro. Dizem os estudos científicos que é uma das primeiras regiões do cérebro a serem afectadas pela doença de Alzheimer, conduzindo à perda de memória. Até porque uma das suas funções primordiais está relacionada com a formação da memória a longo prazo, mas também com a fabricação de novas memórias. Pode também contribuir para uma certa desinibição comportamental. Pedro da Silva Martins andava, por acidente, a ler sobre o assunto quando deparou com dois aspectos associados ao hipocampo e que não conseguiu deixar de associar a Lena d’Água: a relação com a memória – sendo que a cantora é capaz de registar e recitar de pronto a data, a hora, o estado do tempo e a roupa que vestia alguém com quem se tenha cruzado e nela causado alguma impressão; e uma certa “latência sexual”, ligada também à tal desinibição.