O regresso à sala onde começou a história portuguesa de Bob Dylan

Um ano depois da passagem por Lisboa, o músico actua esta quarta-feira no Coliseu do Porto, a sala que acolheu em 1993 o seu primeiro concerto português. Imperdível, naturalmente. Lotação esgotada, pois claro.

Bob Dylan prossegue em Portugal uma digressão europeia iniciada em Março, na Alemanha
Foto
Bob Dylan prossegue em Portugal uma digressão europeia iniciada em Março, na Alemanha Mark Makela

O regresso já não se fará sob o estrépito do estatuto de Nobel da Literatura, que tornou o regresso a Portugal ainda mais aguardado pelo público que rapidamente lotou a Meo Arena. Ainda assim, é ele que regressa. Ele, nome imprescindível da música popular do século XX, ele, um dos mais inspirados compositores de canções da nossa história, ele, o homem que, 77 anos passados desde que nasceu Robert Allen Zimmerman em Duluth, no Minnesota, continua um mistério (quase) insondável. Ele, Bob Dylan, esta quarta-feira, dia 1 de Maio, no Coliseu do Porto, num concerto com início marcado para as 20h. Imperdível, naturalmente. Lotação esgotada, pois claro.