Em 28 freguesias não nascem bebés há pelo menos cinco anos

O número de nascimentos em Portugal aumentou 1% entre 2017 e 2018. Dados do INE mostram que há locais onde não nascem bebés desde 2014.

Taxa de mortalidade
Foto
Nelson Garrido

O que têm em comum 28 freguesias distribuídas por duas dezenas de concelhos — quase todos no interior Norte e Centro do país e dois nos Açores? Pelo menos isto: nos últimos cinco anos não nasceram bebés nesses territórios. Mesmo assim, os números das Estatísticas Vitais, divulgados nesta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), revelam um aumento no total de nascimentos registados no ano passado em todo o país. Foram 87.020 bebés. Mais 866 do que em 2017.