Onde estava no 25 de Abril? Quase um terço dos deputados ainda não tinha nascido

Poucos dias depois de se ter celebrado a revolução dos cravos, o PÚBLICO foi ouvir deputados que ainda não eram nascidos naquele dia que transformou o país. De que forma o ideário de Abril os influenciou, o que se conquistou, o que falta fazer.

Foto
71 deputados do actual Parlamento nasceram depois do 25 de Abril de 1974 Rui Gaudêncio

O bisavô do bloquista Luís Monteiro chegou a ser preso pela PIDE. O socialista Tiago Barbosa Ribeiro tem uma fotografia com fundadores do partido e deputados constituintes no gabinete. A avó da comunista Rita Rato só aprendeu a ler depois do 25 de Abril. Para a social-democrata Margarida Balseiro Lopes, muito do ideário de Abril ainda está por cumprir. Já o centrista Pedro Mota Soares tem “muito respeito por quem fez o 25 de Abril, mas não há donos da democracia”. E André Silva, do PAN, não deixa de incluir nas lutas que os cravos simbolizam a causa ambiental, para lamentar que a classe política não faça mais por ela.