Estado baixa imposto de circulação de carros importados, mas continua a cobrar a mais

Governo corrige imposto, mas só a partir de 2020. Milhares de contribuintes lesados desde 2007 continuarão a pagar a mais.

,Carro
Foto
Rita França/Arquivo

Ricardo Patrão é um contribuinte do distrito de Viseu. É dono de um Audi Q7, cuja primeira matrícula estrangeira é de 2007 e que foi importado para Portugal em 2008. Paga de Imposto Único de Circulação (IUC) cerca de 860 euros. Se o tivesse comprado em Portugal, como fez o pai de Ricardo, pagaria 62 euros pelo mesmo carro.