Libertação de Duarte Lima é possível daqui a seis meses. Mas não provável

Antigo líder parlamentar do PSD entregou-se esta sexta-feira na cadeia. Lei prevê que reclusos possam beneficiar de liberdade condicional a meio da pena.

Domingos Duarte Lima
Foto
Enric Vives-Rubio

Duarte Lima, que se entregou esta sexta-feira na cadeia de Caxias e depois foi transferido para a Carregueira, atingirá daqui a seis meses o cumprimento de metade da pena de prisão a que foi condenado. E a lei prevê que a situação dos reclusos seja reavaliada a meio da pena – independentemente da existência de um pedido da sua parte nesse sentido. Teoricamente é possível que o antigo líder parlamentar do PSD seja colocado em liberdade condicional nessa altura. Mas é pouco provável, equaciona um advogado que conhece bem o funcionamento do sistema prisional, Lopes Guerreiro.