Fundo de apoio a greves dos enfermeiros ainda tem 246 mil euros

A última greve convocada por um dos sindicatos de enfermeiros foi cancelada. Mas o grupo “greve cirúrgica” avisa que não vai parar e anuncia que só gastou pouco mais de 180 mil euros do dinheiro angariado para apoiar os protestos dos enfermeiros.

Foto
Nuno Ferreira Santos

O grupo “greve cirúrgica”, que esteve na base das duas paralisações que levaram ao adiamento de milhares de operações não programadas nos hospitais públicos no final de 2018 e no início deste ano, revelou ontem que sobraram 246 mil euros do total do dinheiro angariado através de uma plataforma de crowdfunding (financiamento colaborativo) para o fundo solidário de apoio a esta invulgar forma de protesto.