Herrera: redenção, no FC Porto, com “uma proposta que não pôde recusar”

Herrera chegou a viver como um “condenado”, no Dragão, após, em 2016, ter cedido ao Benfica um pontapé de canto que permitiu aos lisboetas “roubarem” o título ao FC Porto de Nuno Espírito Santo.

O festejo de Herrera no Estádio da Luz, em 2018.
Foto
O festejo de Herrera no Estádio da Luz, em 2018. LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

Em O Padrinho, Marlon Brando prometeu fazer a célebre “oferta que ele não poderá recusar”. Ainda que com uma conotação diferente da de Don Vito Corleone, a vida e carreira de Héctor Herrera também dependeram de ofertas que o mexicano não pôde recusar.